` Give me Flour |

Give me Flour

Restaurante Rio Mar

October 7th, 2014

RioMar_amandaareias20146

Não está acreditando? Então se belisque porque é verdade, nós voltamos!!! E conseguimos a proeza de voltar antes que nosso último post completasse 1 ano – depois de 343 dias pra ser mais exata 😉

Tempo mais que necessário pra respirar e curtir o nosso luto. Num breve resumo, da última vez que conversamos a gente estava se preparando pra deixar Chicago (ah, como sinto falta dessa cidade!!!). Tive minha exposição final, meu marido se formou e depois de quase seis anos numa aventura incrível, nós juntamos nossas tralhas e voltamos para o Brasil.

E aqui estamos desde então, em São Paulo, esse gigantesca cidade com quase 19 milhes de habitantes, 12.500 restaurantes e nenhuma praia. Não vou mentir, difícil recomeço esse de tentar se reconectar num lugar que você não vê como sua casa.

Mas pra minha sorte, São Paulo também é uma cidade cosmopolita. Talvez não nas mesmas proporções que Chicago mas bem diversificada quando o assunto é comida. E pra minha alegria, a sensação do momento tem sido a cozinha “latina” e seus mais diversos restaurantes que ganham cada dia mais visibilidade e espaço no cenário gastronômico paulistano.

A comida “latina” (se é que podemos usar esse termo pra definir tantas e tão diversificadas cozinhas) demorou a fazer parte do nosso menu e não sei quando tudo isso começou mas sei que estou bem feliz com a mistura e com o fato de que finalmente estamos reconhecendo os sabores dos nossos vizinhos.

Decidimos fazer o mesmo e pra começar escolhemos a comida peruana e o Restaurante Rio Mar. Os donos, os irmãos Michael e Hosler, vieram para o Brasil em 2011 para trabalhar no já consagrado Rinconcito Peruano. Logo seguiram o próprio caminho e passaram oito meses trabalhando e cozinhando na rua até conseguirem abrir o próprio negócio.

O lugar é simples mas  a comida barata, tudo fresco e cozido na hora além, é claro, de terem um dos melhores e mais equilibrados ceviches que já comi. Vale experimentar, pela comida e pela simpatia dos meninos.

 

Ah, Rio Mar também estará presente na Expo Ceviche que acontece no próximo dia 12 no parque do Ibirapuera, ótima oportunidade para conhecê-los.


Caminhando para o final

October 28th, 2013

FACEBOOK COVER IMAGE

A última vez que nos falamos, 8 de julho , eu estava prestes a sair de viagem. E antes que você pergunte alguma coisa, não, não aconteceu nada de errado.  Estamos bem e aproveitando intensamente nosso último semestre nos EUA.

A viagem, 36 dias de estrada, foi incrível, uma grande despedida do oeste americano. E depois que voltamos muita coisa boa vem acontecendo , tenho colaborado com cada vez mais frequência para o Chicago Reader, coberto eventos gastronômicos e conhecido pessoas engajadas em fazer do mundo um lugar melhor pra nós vivermos e comermos.

Mas a grande novidade é  que  acabei meu Certificado em Fotografia pelo Chicago Photography Center. Foi uma jornada incrível e sempre vou agradecer por todas as grandes pessoas / fotógrafos que me orientaram, influenciaram e continuam influenciando meu trabalho.

Minha última aula foi há duas semanas e agora é hora de celebrar! O talentoso fotógrafo Jeff Johson e eu estaremos compartilhando a galeria B para a nossa exposição final. A abertura acontece sexta – feira, 1 de novembro e você é super bem vindo!

Parson's Chicken&fishpost_amandaareias 1

Hello! Saudades desse blog e de todos vocês! Mas, para tomar emprestado a frase de uma amiga, “enquanto o blogue dorme, a vida acontece”. E a vida  agora não inclui muito cozinhar mas sim uma série de projetos pessoais, trabalho voluntário com o NeighborSpace.org nas contagens de hortas urbanas na cidade de Chicago além de trabalho duro e exaustivo na tentativa de fechar meu portfolio de fotos. E como se não bastasse, é verão por essas bandas e hora de botar o pé na estrada.

Partimos em  quatro, não, três dias em direção ao oeste. Viagem longa  até a California com direito a desvio por Alberta no Canadá para visitar minha irmã!

Só não queria sair antes de dizer “oi” e compartilhar algumas das coisas que tenho feito, especialmente essas fotos que tirei para o Chicago Reader em junho, um trabalho de verdade para um jornal de verdade, publicadas tanto online quanto no jornal impresso. Tive que me beliscar quando recebi o “papel” em minhas mãos!

O lugar é o Parson’s Chicken & Fish, um novo point na  Logan Square com um dos melhores frangos fritos que já comi por aqui!

E finalmente, fomos incluidos na top 10 lista de food bloggers do Huffington Post para o mês de junho, o que trouxe um tráfego considerável para o site e alguns novos e simpáticos seguidores. Obrigado por todas as mensagens, pelo apoio e bem-vindo se você é novo aqui no blog!

Estaremos de volta em um mês com algumas grandes aventuras para compartilhar 🙂

Parson's Chicken&fishpost_amandaareias 2 Parson's Chicken&fishpost_amandaareias 3 Parson's Chicken&fishpost_amandaareias 4 Parson's Chicken&fishpost_amandaareias 5 Parson's Chicken&fishpost_amandaareias 6 Parson's Chicken&fishpost_amandaareias 7

Oven-dried-bell-pepper-8_amandaareias2013

Read more »

peasoup1_amandaareias2013

Já estamos em casa! Bom, na verdade nem avisei que estaria fora…….mas se existe alguma desculpa,  mal tive tempo de me recuperar do incrível Good Food Festival e poucos dias depois já estávamos com o pé na estrada para a nossa tão esperada viagem em direção à costa leste americana.

E porque eu sei como sou ruim em me comunicar, finalmente criei uma conta no Instagram. Para atualizações mais frequentes você pode me acompanhar por lá e aproveitar pra dar uma espiada em algumas fotos da viagem que fui postando durante a última semana.

Agora vamos falar dessa receitinha, uma sopa de ervilhas que criei pra aquecer as minhas frias noites de primavera em Chicago, mas que vai muito bem com qualquer clima. As ervilhas são brevemente cozidas em um caldo aromático, ligeiramente defumado, e guarnecidas com couve-flor assada, tudo isso combinado com almôndegas de linguiça de porco e trigo num ato de tentar reduzir a quantidade de carne com que costumo cozinhar. Menina saudável não? Bom, espero que vocês gostem!

peasoup2_amandaareias2013

Sopa de ervilha com almôndegas de linguiça de porco e trigo

Rende 4 porções

Para a sopa

½ kg ervilhas congeladas

1 cebola picada

5 dentes de alho, picados

2 colheres de sopa de óleo vegetal

½ colher de chá de páprica defumado

½ colher de chá de sal

1l de caldo de galinha

4 talos de cebolinha verde picada

250g de linguiça de porco fresca (retire a pele e use somente o recheio)

½ xícara de trigo de kibe

Guarnição – Couve-flor assada (opcional)

metade de uma couve-flor

½ colher de chá de sal

½ colher de chá de pimenta do reino

2 colheres de sopa de azeite de oliva

30g parmesão ralado

1. Comece com as almôndegas. Cubra o trigo de kibe com água e deixe amolecer por cerca de meia hora ou até que esteja macio. Escorra bem usando uma peneira ou pressionando o trigo com a mão. Combine o trigo já hidratado com a cebolinha picada e a linguiça.  Molde 20 almôndegas e reserve.

2. Aqueça 1 colher de sopa de óleo vegetal em uma frigideira grande.  Adicione as almôndegas e frite-as  até dourar de todos os lados, cerca de cinco minutos – o cozimento vai ser finalizado junto com a sopa, não se preocupe. Transfira para um prato e reserve.

3. Prepare a guarnição. Pré-aqueça o forno a 200˚C. Remova as folhas e corte a parte inferior do talo de meia couve-flor. Corte a couve-flor em fatias finas e arranje-as de maneira uniforme em uma assadeira. Regue com azeite e polvilhe com sal, pimenta e queijo parmesão. Leve ao forno por cerca de 15-20 minutos ou até que a couve-flor esteja caramelizada. Reserve.

 4. Para a sopa começe branqueando as ervilhas para garantir uma cor vibrante. Cozinhe as ervilhas por cerca de 1 segundo em água fervente. Escorra, transfira para uma tigela de água com gelo para interromper o cozimento, escorra novamente e reserve.

5. Aqueça 1 colher de sopa de óleo vegetal em uma panela média. Adicione a cebola picada, o alho picado e refogue por cerca de 2 minutos. Adicione o caldo de frango, a ervilha, páprica defumada, sal, pimenta do reino e almôndegas. Espere ferver e cozinhe de 5 a 8 minutos. Sirva quente, guarnecida com couve-flor assada.

peasoup3_amandaareias2013



Proudly powered by WordPress.
Copyright © Give me Flour. All rights reserved.