` Balinhas caseiras de manteiga de amendoim! | Give me Flour

Give me Flour

Sabe aquele presente que te dá vontade de chorar? Então, ganhei um essa semana, um queijo. Sei que você deve estar pensando “que tipo de pessoa chora na frente de um queijo”? Bem, acontece que não se trata de qualquer queijo mas sim do legendário quejo da Serra da Estrela, trazido de Portugal pelos meus queridos primos Nádia e Alê, duas pessoas que eu simplesmente amo ter por perto.

A foto está aqui. E como você pode imaginar, a semana foi boa!

Mas foi corrida também, uma loucura e acabei não tendo muito tempo pra pensar em Halloween. E hoje cedo, enquanto buscava por uma receita para o tema tive um daqueles insights: o que poderia assustar mais do que pensar em fabricar sua própria bala para o dia 31 de outubro?

Calma, minha gente, só uma brincadeira pra descontrair, a idéia aqui é exatamente o oposto, mostrar que qualquer um pode fazer sua própria bala, incluindo eu. Não sou muito fã de trabalhos com açúcar, quero dizer, admiro quem trabalha mas toda vez que tento fazer uma calda, alguma coisa errada acontece.

Mas durante nossa viagem no último verão uma coisa me marcou. Passamos por uma antiga e tradicional loja de doces no estado de Montana, a Sweet Palace, um lugar que fabrica “billhões” de diferentes tipos de caramelos além de vender todo tipo de bala imaginável. Essa experiência me desafiou e despertou aqui dentro uma vontade de testar algumas receitas. Só estava esperando pela oportunidade certa.

E como se não bastasse o Halloween como desculpa, esse mês está rolando um desafio entre alguns blogs de comidinhas de se consumer apenas comida não processada. Claro que isso pode ser muito subjetivo mas a idéia geral é de se tentar ao máximo produzir a sua própria comida e deixar um pouco de lado os congelados, enlatados e processados tão presentes na vida diária dos americanos. E apesar de estar aconpanhando as aventuras da Tiffany e achar essa iniciativa super corajosa, não estou participando e não escrevi sequer uma nota sobre o assunto.

A boa coisa é que ainda tenho um tempinho sobrando. E aqui vai minha contrinuição, para o Halloween e para o desafio:  balinhas de manteiga de amandoim caseiras.

A receita foi adaptada do livro Chocolates and Confections: Formula, Theory, and Technique for the Artisan Confectioner, um livro que é totalmente direcionado pra quem trabalha no ramo e que traz uma linguagem um pouco complicada. O bom é que essa receita em particular é surpreendente fácil. E deliciosa!

Levei cerca de 30 minutos – mais o tempo de resfriamento – para obter 60 balas (sem contar o que comi antes de embrulhar!).

Combine a glucose de milho, melaço, açúcar e leite condensado em uma panela. Cozinha até atingir a temperatura de 118ºC, mexendo constantemente. Para fazer o teste, pingue uma gota da mistura em uma tigela com água fria, o líquido deve formar uma bola firme mas que achate quando pressionada.

Retire do fogo, misture o sal e adicione a manteiga de amendoim.
Despeje sobre uma placa de mármore ou uma assadeira untada e vire ocasionalmente até resfriar e atingir a uma consistência de plástico.
Puxe a massa com as duas mãos até obter uma cor um pouco mais clara e textura mais leve. (Esse processo é o mesmo que usamos para fazer bala de côco mas você não precisa “puxar” por muito tempo e nem até a massa açucarar – aqui segue um bom exemplo de como fazer.

Estique até formar uma corda com um 1,5cm de diâmetro. Corte em pedaços de 2 cm.
Envolva imediatamente para manter a forma e para proteger da humidade.
Nota: A temperatura de 118ºC irá produzir uma bala mais dura, de uma textura relativamente firme. Para um resultado mais suave, cozinhe menos (mas não menos que 113ºC – bala mole).

Leave a Reply



Proudly powered by WordPress.
Copyright © Give me Flour. All rights reserved.