` “Green (peas), eggs and ham” | Give me Flour

Give me Flour

Ontem descobri que uma das revistas que mais gosto, a Saveur, publicou no seu site 15 receitas diferentes com ervilhas. E esse era exatamente o ingrediente tema do meu novo post!!

Encontrei ervilhas frescas no supermercado a algumas semanas atrás, uma bandeja verdinha, piscando para mim. Tinha que trazê-las pra casa! Você deve então estar se perguntado: “Ela guardou essas ervilhas até hoje?”. Não, eu não faria uma coisa dessas, ervilhas congeladas estão disponíveis o ano inteiro enquanto as frescas são quase um tesouro. Na verdade essa foi a primeira vez que as vi por aqui.

Assim que cheguei em casa preparei minha receita, tirei as fotos e guardei tudo bem guardado para esse futuro post. E então veio a Saveur!

Na verdade eu fico até bem feliz porque isso mostra que na cozinha as possibilidades não tem fim e que não podemos dizer que não gostamos de certo ingrediente sem antes prová-lo de diferentes maneiras.

E isso me leva ao meu outro assunto, Dr. Seuss! Ok, estou enchendo sua cabeça de perguntas e agora você deve estar pensando “Quem??”.

Talvez você não se lembre do nome mas, com certeza, conhece algumas de suas obras. Trata-se de um dos escritores norte americanos mais famosos, com mais de 60 livros infantis publicados e algumas obras adaptadas para o cinema (O Grinch e Horton e o mundo dos Quem).  Por aqui seu livro mais popular  talvez seja “Green eggs and ham” (Ovos verdes e presunto), onde o autor usa apenas cinquenta palavras diferentes.

A história, toda contada através de rimas e imagens, é basicamente composta por dois personagens. O primeiro tenta encorajar de todas as formas possíveis e sem muito sucesso o segundo personagem a comer ovos verdes com presunto. No final, claro, sua persistência acaba vencendo!

A obra de Dr. Seuss faz um uso majestoso das palavras ao mesmo tempo em que cria as suas próprias; lança mão de rimas, um toque de ironia, comédia e muita imaginação deixando a gente sem saber se são os desenhos que ilustram o texto ou se é, de fato, o texto que ilustra sua arte.

Mas porque falar dele? Bem, 2 de Março é ou seria seu aniversário e todos os anos, pelo menos na escola das minhas filhas, há uma comemoração intensa. Os professores lêem seus livros, as crianças desenham seus personagens e muita gente vai pra cozinha preparar ovos verdes com presunto!!!

Mas esse post não tem tanto a intenção de recriar ou reinterpretar esse  famoso e bizarro prato quanto tem de deixar aqui a idéia de celebrarmos assim nossos tão queridos autores! Que tal tirar o livro da D. Benta do armário e fazer um bolo pro Lobato?? 18 de Abril está próximo!

Até lá, vamos de ervilha, com a minha receita, alguma de Saveur  ou quem sabe  a sua própria. O assunto aqui é imaginação!

Primeiro prepare as ervilhas. Encha uma panela com água e leve ao fogo médio até ferver. Adicione-as e cozinhe-as até ficarem macias. O tempo vai depender do tipo de ervilha que você está usando. As minhas cozinharam em 7 minutos.

Enquanto isso, prepare uma vasilha com água gelada e pedras de gelo. Escorra as ervilhas já cozidas e jogue-as na água gelada imediatamente. Esse processo conhecido como “branqueamento” pode ser empregado em ervilhas, brócolis, vagens, entre outros, e o resultado são vegetais muito mais crocantes, coloridos e saborosos.

Enquanto as ervilhas esfriam, prepare duas frigideiras (anti aderente é melhor). Em uma vamos sautear as ervilhas com o queijo e em outra, fritar os ovos e dourar o presunto. Gosto de fazer tudo ao mesmo tempo, assim tudo chega fresquinho e quente na mesa.

Não precisa ficar com medo, tudo é muito simples e pode ficar ainda mais fácil se você já tiver todos os ingredients em mãos.

Aqueça duas colheres de azeite em cada frigideira. Na primeira, acrescente os ovos e o presunto e deixe-os cozinhando (sempre de olhos atentos) enquanto prepara a ervilha.

Na outra frigideira, adicione o tomilho e os dentes de alho e deixe que fritem por alguns segundos para aromatizarem o óleo. Acrescente as ervilhas, sauteie por dois minutes e adicione o queijo. Agora você pode decidir se prefere o queijo completamente derretido ou não e o tempo vai depender da sua escolha. Eu gosto do meu derretido até o ponto em que começa a dourar e a formar uma crosta no fundo da panela. Corrija o sal, acrescente pimenta a gosto e por último o manjericão.

Confira os ovos e o presunto, é hora de montar o prato.

Se você tem ramekins ou potinhos individuais, esse é o momento perfeito para usá-los. Comece com as ervilhas no fundo, ajeite o presunto e coloque um ovo em cima de cada prato. Enfeite com galinhos de tomilho e manjericão.

Leave a Reply



Proudly powered by WordPress.
Copyright © Give me Flour. All rights reserved.